PESQUISE NA WEB

Mostrando postagens com marcador AL. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador AL. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Japaratinga 05 - AL - Brasil





Japaratinga 04 - AL - Brasil





Japaratinga 03 - AL - Brasil





Japaratinga 02 - AL - Brasil





Japaratinga 01 - AL - Brasil





Japaratinga começou numa colônia de pescadores implantada onde hoje é a Prefeitura Municipal e se desenvolveu a partir de 1800, com o início do ciclo do coco. Em 1935, já contava com um pequeno estaleiro para os navios transportadores de coco. Uma estrada que dava acesso apenas a animais ligava a rodovia principal que conduzia até Porto Calvo. Antigo povoado de Maragogi com o nome original, dado pelos Índios que habitavam a região de Japaratuba, e que os primeiros colonos denominavam de Japaratuba da Praia, para distingui-lo de Japaratuba da Mata, que fica na região das matas úmidas. O nome Japaratuba vem do tupi “Japaratuba”, e ainda “yapara-tyba”, que quer dizer “sítio dos arcos”, por alí os Índios produziram muitos arcos e flechas. Pela Lei 2.264 de 23 de julho de 1960 o antigo distrito se separa do município de Maragogi, e recebe o nome de Japaratinga. Nome que até então não tinha registro histórico e nem os antigos Índios usavam. A criação do novo município de Japaratinga se deve ao então chefe político de Maragogi, José Jorge de Farias Sales, casado com dona Ambrosina Batista Accioly Sales, irmã do ex-governador Dr. Batista Accioly Neto, que contou com o apoio das lideranças políticas locais. A bica das Barreiras do Boqueirão, e que no mapa holandês de Marcgrave (1643) aparece com o nome português de Bica de São Tomé. È um dos pontos turísticos mais ativos da restinga do Bitingui, e onde foram construídos banhos públicos. Este nome Bitingui vem do tupi “guabitinga – miri”, e quer dizer rios dos caranguejos”. Japaratinga fica a aproximadamente 115 Km. de Maceió e a 135 Km. de Recife. Região litorânea de belíssimas praias e com grande potencial turístico, vem se desenvolvendo nesta área com novos hotéis, pousadas, bares a beira mar e restaurantes. Nesta região o Projeto Peixe Boi fez a re-introdução de alguns animais. A cultura se baseia nas danças folclóricas como o Reisado, o Pastoril e o Guerreiro: as festas principais são o aniversário da cidade (23/07), dia da Padroeira Nossa Senhora das Candeias (02/02), e dia de Nossa Senhora das Dores (15/09) e as de costumes, como os festejos juninos. O artesanato é baseado em produtos feitos com conchas do mar, palhas de coqueiros e esculturas feitas com pedaços de troncos de diversas árvores.

segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Dunas de Marapé 02 - AL - Brasil




Dunas de Marapé 01 - AL - Brasil





Localizado em Jequiá da Praia, distante 60 Km de Maceió e considerada por várias revistas como uma das 10 praias mais lindas do Brasil, Dunas de Marapé é um lugar exótico e belo, onde o rio Jequiá, cercado por mangues, se encontra com o mar que esculpiu praias de areias brancas e águas mornas. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Dunas_do_Marap%C3%A9

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Maragogi 03 - AL - Brasil




Maragogi 02 - AL - Brasil




Maragogi 01 - AL - Brasil





Maragogi é um município da Microrregião do Litoral Norte Alagoano, na Mesorregião do Leste Alagoano, no estado de Alagoas, no Brasil. Localiza-se a 125 quilômetros de Maceió, a capital do estado. Sua população estimada em 2011 era de 29.280 habitantes. A temperatura média é de 27 graus Celsius. Sua economia é baseada no turismo, na pesca e na agricultura. A beleza de suas praias faz com que seja um dos mais importantes polos turísticos da região. Maragogi é, hoje, um grande polo turístico, servindo como porta de entrada para os Estados de Alagoas e Pernambuco e se transformando no segundo maior polo turístico do estado. Suas praias têm mar tranquilo, areias alvas e densos coqueirais, destacando-se as de Barra Grande, Burgalhau, Peroba e São Bento. O passeio às galés (piscinas naturais) é imperdível, onde, a 6 quilômetros da costa, pode-se observar a Área de Proteção Ambiental onde estão os arrecifes de corais. No turismo rural, vale a pena uma visita a Fazenda Marrecas e Fazenda Cachoeira, saboreando logo depois a culinária à base de frutos do mar e os tradicionais bolinhos de goma. Entre os eventos locais, destacam-se: o Festival da Lagosta, o Festival do Marisco, a Abertura do Verão, a festa da Emancipação, a de São Benedito (Peroba), a de Nossa Senhora da Guia (Barra Grande) e a de São Bento. A maior atração turística da cidade são as belas praias, de São Bento a Peroba (povoados da cidade). As piscinas naturais das Galés, no mar, a aproximadamente 6 quilômetros da costa, têm águas transparentes, onde os turistas se deliciam ao banhar-se rodeados de corais e diversos peixinhos que enfeitam a área com suas cores. A cidade dispõe de uma ótima infraestrutura hoteleira, com os dois hotéis mais luxuosos de Alagoas: o "Salinas do Maragogi", reconhecido pelo Traveler's Choice 2016 como o segundo melhor hotel para famílias no mundo e o "Grand Oca Maragogi Beach & Leisure Resort".