PESQUISE NA WEB

Mostrando postagens com marcador Alpes Pepinos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Alpes Pepinos. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Zermatt 06 - Alpes Pepinos - Suiça




Zermatt 05 - Alpes Pepinos - Suiça




Zermatt 04 - Alpes Pepinos - Suiça




Zermatt 03 - Alpes Pepinos - Suiça




Zermatt 02 - Alpes Pepinos - Suiça




Zermatt 01 - Alpes Pepinos - Suiça





Vila suíça localizada no vale, aos pés do Mont Cervino (Matterhorn), cercada por espetaculares montanhas, com todo o charme de um típico vilarejo suíço, onde o tráfego de carros é proibido e o transporte é feito por cavalos (charretes e carroças) e carros elétricos. As áreas de ski, muitas delas abertas durante todo o ano, se entrelaçam e é possível esquiar dias sem passar duas vezes pela mesma pista. Zermatt possui cursos de ski, heliskiing, além de um "après-ski" muito animado.
(Fonte: http://interpoint.com.br/Ski/Suica/Zermatt)

Matterhorn 05 - Alpes Pepinos - Suiça




Matterhorn 04 - Alpes Pepinos - Suiça




Matterhorn 03 - Alpes Pepinos - Suiça




Matterhorn 02 - Alpes Pepinos - Suiça




Matterhorn 01 - Alpes Pepinos - Suiça





Os Alpes são o maior sistema de cordilheiras da Europa. Uma delas, os Alpes Peninos, está na região ocidental do sistema, na Suíça e Itália. A montanha mais famosa dessa cordilheira é o Matterhorn, também conhecido como Monte Cervino, que se localiza no exato limite desses dois países. Seu pico está a 4.477 metros acima do nível do mar, mas possui apenas 1.029 metros de proeminência. Isso não retira a imponência da montanha, uma das mais belas do continente, mas também, uma das mais mortais: desde 1865, quando ocorreu a primeira ascensão ao pico, mais de 500 alpinistas morreram ali.

O Matterhorn possui dois picos distintos: o pico suíço, com 4.477,5 metros de altitude e o pico italiano, com 4.476,4. Uma expedição recente resolveu medir a altura exata do pico mais alto, utilizando a tecnologia Sistema de Posicionamento Global, o famoso GPS. A exatidão chegou aos centímetros: 4.477,54 metros. A montanha teve seu nome originado de duas palavras alemãs: Matte, que significa prado, e Horn, que significa pico. Na Itália e na Suíça, o Matterhorn geralmente é referido como Cervino, cuja origem é do latim Mons Silvinus: mons é monte e silva, floresta.

O Matterhorn é um pico em forma de pirâmide, ou seja, uma montanha cujo topo foi modificado pela ação do gelo durante seu degelo e congelamento. Possui quatro “faces” alinhadas com os pontos cardeais: a face norte aponta para Zmutt, uma pequena vila no município de Zermatt; a face leste aponta para Gornergrat, uma serra de onde se pode avistar mais de 20 picos com mais de 1.000 metros de altura, inclusive o Pico Dufour, que com 4.634 metros é o mais alto dos Alpes Peninos e terceiro mais alto dos Alpes; a face sul é exclusiva do Matterhorn, já que nenhuma outra montanha na fronteira Itália-Suíça apresenta essa face, e é deste lado que se encontra a cidade resort Cervinia; a face norte, no topo da montanha, se encontra com a face sul e forma os dois picos.
(Fonte: http://www.milmaravilhas.net/matterhorn/)