PESQUISE NA WEB

Mostrando postagens com marcador Kalmar. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Kalmar. Mostrar todas as postagens

sábado, 6 de dezembro de 2014

Kalmar 06 - Suécia




Kalmar 05 - Suécia




Kalmar 04 - Suécia





Kalmar 03 - Suécia





Kalmar 02 - Suécia





Kalmar 01 - Suécia - Europa





Kalmar é uma cidade na província de Småland na Suécia oriental, situada no Mar Báltico. É a capital do condado de Kalmar, e em 2003 tinha 34.000 habitantes. Entre os séculos XIII e XVII, Kalmar foi uma das cidades mais importantes da Suécia. De 1602 a 1913 foi a capital da diocése de Kalmar, e a catedral de Kalmar de 1702 ainda é um ótimo exemplo de arquitetura classicista. Após o Tratado de Roskilde em 1658, Kalmar perdeu um pouco de sua importância, até que o setor industrial foi iniciado no século XIX. A área ao redor de Kalmar tem sido habitada desde tempos antigos. Algumas escavações encontraram traços de cemitérios da idade da pedra. As evidências mais antigas da existência de uma cidade no local são do século XI. Segundo uma lenda medieval, o patrono norueguês Santo Olav moveu em 1027 seus barcos para Kalmarsund, o estreito entre Kalmar e a ilha de Öland. Testemunhos escritos daquela época são raros, mas uma pedra rúnica do século XI menciona esse mesmo estreito. Mas ainda há debate quanto a se Kalmar, naquela época, já era uma cidade ou apenas um pequeno povoado. Sabe-se, entretanto, que no século XIII Kalmar era uma das cidades mais prósperas da Suécia, graças a ricos mercantes vindos principalmente da Alemanha. Outra controvérsia é quanto à origem do nome Kalmar. A hipótese mais provável é que venha de uma palavra do sueco antigo que significa bancos de pedra. Entretanto, o escritor islandês Snorri Sturluson visitou Kalmar em 1219 e chamou a cidade de Kaupbær, que significa cidade mercante. No século XII, foram construídas as primeiras fundações do castelo, com a construção de uma torre de guarda redonda. Esta torre foi continuamente aumentada durante o século XIII, e lá, a 13 de julho de 1397, a rainha Margarete I da Dinamarca reuniu uma assembléia com os chefes de estado da Noruega e da Suécia para assinar o tratado da União de Kalmar, que duraria até 1523.