PESQUISE NA WEB

Mostrando postagens com marcador Sendai. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Sendai. Mostrar todas as postagens

domingo, 14 de dezembro de 2014

Sendai 05 - Japão




Sendai 04 - Japão




Sendai 03 - Japão





Sendai 02 - Japão





Sendai 01 - Japão





Sendai é a capital da província de Miyagi, no Japão, e a maior cidade da região de Tohoku. Localiza-se na costa nordeste da ilha de Honshu, numa estreita faixa costeira entre o Oceano Pacífico e uma zona montanhosa. Tem cerca de 1,313 milhões habitantes e uma área total de 783.54 km². Ainda que a área de Sendai já fosse habitada há 20;000 anos, a história de Sendai como cidade começa apenas em 1600, quando o daimio Date Masamune se mudou para aí. Masamune não estava satisfeito com a sua anterior fortaleza em Iwadeyama, que se encontrava a norte dos seus territórios, além de ser de difícil acesso a partir de Edo (a moderna Tóquio). Sendai tinha a localização ideal, situada no centro dos territórios sob a recente influência de Masamune, junto a uma estrada vinda de Edo e perto do mar. Tokugawa Ieyasu deu permissão a Masamune para construir aí um novo castelo em Aobayama, depois da Batalha de Sekigahara. Aobayama já tinha sido a localização de um castelo que servira ao anterior governador da área de Sendai. Por esta altura, Sendai era escrita com os caracteres kanji 千代 (que significam, literalmente, "mil gerações"), devido a um templo com mil estátuas de Buda (千体 sentai) localizado em Aobayama. Masamune mudou os caracteres kanji para 仙台 (que significa, literalmente, "eremita numa plataforma"). Estes últimos kanji foram retirados de um poema chinês que louvava um palácio fundado pelo imperador Wen da Dinastia Han, onde este era comparado ao mítico palácio das montanhas Kunlun. Diz-se que Masamune escolheu estes kanji para que o castelo prosperasse tanto quanto uma montanha habitada por um eremita imortal. Masamune ordenou a construção do castelo de Sendai Castle em Dezembro de 1600 e a fundação da povoação em 1601. As estradas reticuladas do centro da Sendai actual baseiam-se em planos seus. Sendai tomou o estatuto de cidade em 1 de Abril de 1889, em resultado da abolição do sitema Han. Passou a ser cidade designada em 1 de Abril de 1989. A população da cidade excedeu o milhão em 1999. Sendai tornou-se conhecida como Cidade das árvores, pelo menos antes da Segunda Guerra Mundial. Isto porque os han (governadores abaixo do daimio) de Sendai encorajavam os residentes a plantar árvores nos seus quintais. Muitas casas, templos e santuários no centro de Sendai tinham, por consequência, as suas próprias "florestas domésticas" usadas para a obtenção de lenha, madeira e outros materiais de utilidade quotidiana. Os ataques aéreos, durante a Segunda Guerra Mundial destruíram muito desta vegetação que também não foi poupada com os trabalhos de reabilitação e desenvolvimento da cidade. Esforços recentes tentam reabilitar os espaços verdes da cidade, de forma que esta seja digna do nome que ainda ostenta. No dia 11 de Março de 2011, Sendai sofreu o maior abalo sísmico já registrado na sua história, alcançando a magnitude de 9,0 na escala sismológica de magnitude de momento. Como consequência do terremoto, formou-se um tsunami com ondas de 4 metros que atingiu uma parte da cidade, destruindo casas e edificios. Em menos de 14 horas, sofreu mais dois sismos de escala 6,1 e 6,2, acarretando, como consequência, uma explosão na central nuclear de Fukushima.