PESQUISE NA WEB

Mostrando postagens com marcador Senegal. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Senegal. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Dakar 04 - Senegal




Dakar 03 - Senegal




Dakar 02 - Senegal - África




Dakar 01 - Senegal - África





Dakar é a capital e maior cidade do Senegal, na península do Cabo Verde. Fundada pelos franceses em 1857, é uma das quatro cidades históricas do Senegal e a antiga capital da África Ocidental Francesa (AOF). A sua localização na borda ocidental da África, na estreita península de Cabo Verde, favoreceu os primeiros colonos e o comércio com o Novo Mundo, e lhe dá uma posição privilegiada para intersecção das culturas africanas e européias. Organizando o primeiro Festival Mundial das Artes Negras, em 1966, a cidade é a sede do Instituto Fundamental da África Negra e do Banco Central dos Estados da África Ocidental. A cidade tem se desenvolvido rapidamente, sob a ação dos fluxos migratórios do campo para as cidades e o aumento populacional. Ela aumentou de 400.000 habitantes, em 1970, para 2,6 milhões em 2005. Sua população, em 2011, era de 3.215.255 habitantes, sendo uma das mais populosas da África Ocidental. Como metrópole, abriga metade da população urbana do país. Ocupando apenas 0,28% do território nacional, a região de Dakar possui 550 km², 25% da população nacional e concentra 80% das atividades econômicas do país. A cidade sofre com problemas urbanos de grandes metrópoles, como o congestionamento no transporte, desenvolvimento do meio ambiente e infraestrutura, tanto que a fundação de uma nova capital administrativa está sendo considerada desde 2010. Foi um ponto de referência para o mundialmente famoso rali Dakar. A Bienal de Arte Contemporânea da cidade, chamada de Dak'art, contribui para a sua reputação artística internacional. Os bairros antigos da cidade herdaram a infra-estrutura colonial francesa, além de outros pontos como o porto, a estação ferroviária, o palácio presidencial e a catedral de Remembrance Africano, foram adicionados como os mais modernos edifícios da cidade, além da Universidade Cheikh Anta Diop, a Grande Mesquita, a Porta do Terceiro milênio e o Monumento da Renascença Africana.