PESQUISE NA WEB

Mostrando postagens com marcador Hanói. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Hanói. Mostrar todas as postagens

sábado, 23 de agosto de 2008

Hanói 05 - Vietnã - Ásia




Hanói 04 - Vietnã - Ásia




Hanói 03 - Vietnã - Ásia




Hanói 02 - Vietnã - Ásia




Hanói 01 - Vietnã - Ásia





Hanói é a capital e segunda maior cidade do Vietnã. Situa-se no centro da planície do delta do rio Vermelho, a 88 km das costas do golfo de Tonquim, onde está o seu anteporto, Hai Phong. Hanói é uma das cinco "cidades centralmente governadas" do Vietnã e possui o mesmo estatuto das províncias. A área incorporada total da cidade é de 3.344,7 km² e sua população total é 6.448.837 habitantes, sendo 2.632.087 urbana e 3.816.750 rural (censo 2009). Em 1 de agosto de 2008, ocorreu uma expansão dos limites administrativos da cidade de Hanói, que passou a cobrir uma área quase 4 vezes maior que a anterior, com vasta área rural. A área da cidade anterior à expansão era de 921 km² e a população de 3,4 milhões de habitantes no final de 2007. Ocupada pelas tropas francesas em 1872 e em 1882, depois do desmembramento do Vietname tornou-se centro administrativo do Tonquim e, em 1902, capital da Indochina Francesa. Durante a Segunda Guerra Mundial foi ocupada pelos japoneses e, em 1945, foi proclamada a República Democrática do Vietname. Em Dezembro de 1946 começou a guerra de resistência contra os franceses; as tropas francesas retiraram-se em Outubro de 1954, e a cidade regressou à República Democrática do Vietname. Por diversas vezes bombardeada pela aviação norte americana durante o conflito vietnamita, tornou-se capital da unificada República Socialista do Vietname. Rodeada por uma ampla cintura agrícola, nos finais do século XX, a cidade registou um próspero desenvolvimento na indústria e no setor terciário. As grandes instalações industriais operam no setor mecânico, das aparelhagens elétricas, da borracha, químico, cimenteiro, alimentar, têxtil e do vestuário. Importante nó rodoferroviário, Hanói também é servida por um porto fluvial. Como capital do Vietnã por quase mil anos, Hanói é considerada um dos centros culturais do Vietnã onde a maioria das dinastias vietnamitas deixou a sua marca. Mesmo que algumas relíquias não sobreviveram as guerras e o tempo, a cidade ainda tem muitos monumentos históricos e culturais interessantes para os visitantes e os próprios residentes. Mesmo quando a capital do país mudou-se para Huế sob a dinastia Nguyen, em 1802, a cidade de Hanói continuou a florescer, especialmente depois que o Império francês assumiu o controle em 1888 e modelou a arquitetura da cidade ao seu gosto, propiciando uma importante estética para a rica herança estilística da cidade. A cidade possui mais de 1.000 anos de história, e a dos últimos cem anos tem sido bem preservada. Hanói possui mais pontos culturais do que qualquer outra cidade no Vietnã, incluindo mais de 600 pagodes e templos. A parte antiga da cidade, perto do lago Hoan Kiem, tem o layout original das ruas e arquitetura da antiga Hanói. No início do século 20, a cidade era composta por apenas cerca de 36 ruas, a maioria das quais estão atualmente na parte antiga da cidade. Cada rua, na época, possuía comerciantes e famílias especializadas em um determinado comércio, tais como comerciantes de seda, joias, etc. Os nomes das ruas nos dias de hoje ainda refletem essas especializações, embora poucas delas permaneçam exclusivamente em seu comércio de origem. A área é famosa pelos seus pequenos artesãos e comerciantes, incluindo muitas lojas de seda. Especialidades da cozinha local, bem como vários clubes e bares podem ser encontrados aqui também. Um mercado noturno, no coração do distrito, abre as suas portas todas as sextas, sábado e domingo à noite com variedades de roupas, souvenirs e alimentos. Outros lugares de destaque são: o Templo da Literatura, local da mais antiga universidade do Vietnã; One Pillar Pagoda; Torre da Bandeira de Hanói. Em 2004, uma grande parte da cidadela de 900 anos foi descoberta no centro de Hanói, perto do local da praça Ba Dinh. Uma cidade entre os rios, construída numa várzea, Hanói tem muitos belos lagos e, por vezes é chamada de "cidade dos lagos". Entre os seus lagos, os mais famosos são lago Hoan Kiem, Lago Oeste, Lago Halais e Lago Bay Mau. O Lago Oeste é um lugar popular para as pessoas passar o tempo, é o maior lago em Hanói, e existem muitos templos na área. Possui pequenos barcos de aluguel e um restaurante flutuante. Sob governo francês, como centro administrativo da Indochina Francesa, o estilo da arquitetura colonial francesa se tornou dominante, muitos exemplos permanecem até hoje: a ruas arborizadas, a Ópera de Hanói, o Banco do Estado do Vietnã (antigo Banco da Indochina), o Palácio Presidencial (antigo lugar do Governador-Geral da Indochina Francesa), a Catedral St. Joseph e o histórico hotel Sofitel Metrópole.