PESQUISE NA WEB

Mostrando postagens com marcador Manitoba. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Manitoba. Mostrar todas as postagens

sábado, 2 de maio de 2009

Manitoba 03 - Canadá



Manitoba 02 - Canadá




Manitoba 01 - Canadá




Manitoba é uma das dez províncias do Canadá, parte das Províncias das Pradarias e das Províncias Ocidentais. As principais fontes de renda da província são a indústria de manufatura, a indústria agropecuária, a mineração e o turismo. Winnipeg é a capital e maior cidade da província, e também o principal polo comercial, industrial, financeiro e de transportes do Manitoba. Cerca de 60% da população da província vivem dentro da região metropolitana de Winnipeg. A região sul do Manitoba é coberta pelas Grandes Planícies. O solo fértil desta região propicia a prática da agricultura na região e a província é uma das líderes nacionais da indústria agrária do Canadá. O valor total dos produtos agrários cultivados na província é o terceiro maior do país, atrás somente do Saskatchewan e de Alberta.
 
A região centro-sul da província é coberta por grandes quantidades de florestas, que fazem da indústria madeireira uma fonte de renda importante na província. A região norte, por fim, é extremamente rica em depósitos minerais, tais como níquel, ferro e zinco. Muito da província é coberta por rios e lagos - que cobrem cerca de um sexto do Manitoba, que são uma das principais atrações turísticas da província. A palavra Manitoba vem das palavras algonquinas manito, que significa "grande espírito", e waba, que significa "estreito". Nativos americanos que viviam em torno do Lago Winnipeg acreditavam que os sons emitidos por uma região deste lago - um vale estreito - eram emitidas por grandes espíritos. Atualmente, sabe-se que estes sons não passam de ecos.
 
O Manitoba foi colonizado pelos ingleses, tendo feito parte inicialmente de um gigantesco território conhecido como Terra de Rupert, administrada pela companhia inglesa Companhia da Baía de Hudson. Regiões do Manitoba também foram colonizadas pelos franceses. Em 15 de maio de 1870, após a Rebelião de Red River, o governo do Canadá elevou a região sul do atual Manitoba à categoria de província. Inicialmente, então, o Manitoba possuía apenas 5,6% de seu tamanho atual, ocupando um quadrado localizado no sudeste do atual Manitoba, e que rendeu à província o cognome de The Postage Stamp Province (A Província Selo). O Manitoba cresceu gradualmente em extensão territorial, tendo absorvido terras dos Territórios do Noroeste, adquirindo seus atuais limites territoriais em 1912. O Manitoba limita-se ao norte com o Nunavut e a Baía de Hudson, a leste com o Ontário, ao sul com o Minnesota e a Dakota do Norte, e a oeste com o Saskatchewan.
 
Uma das características geográficas mais marcantes do Manitoba é a sua abundância de rios e lagos. Somente os lagos do Manitoba cobrem um sexto da província - ou 101.592 quilômetros quadrados. A província possui no total cerca de 100 mil lagos. Os maiores são os lagos Winnipeg (24.387 km²), o Winnipegosis (5.374 km²), e o Manitoba (4.624 km²). Estes lagos, que interconectam-se entre si através de rios e canais, são chamados comumente de Grandes Lagos do Manitoba. Todos os rios que cortam o Manitoba escoam em direção à Baía de Hudson. O litoral do Manitoba ao longo da Baía de Hudson possui 645 quilômetros de extensão. As águas do litoral congelam entre outubro até abril, impossibilitando o escoamento de produtos para outras regiões via o Oceano Ártico durante este período. A existência de gelo nas águas da Baía de Hudson limitam o movimento de navios de carga e passageiros durante junho até setembro.
 
Florestas cobrem cerca de 251 mil km² (38%) da província. O Manitoba pode ser dividido em três distintas regiões geográficas:
• As Planícies da Baía de Hudson localizam-se no nordeste da província, ao longo da porção centro-sul do litoral da província ao longo da Baía de Hudson. Esta região caracteriza-se pelo seu terreno praticamente plano, a uma altitude próxima ou ao nível do mar, e pela ausência de árvores.
• O Escudo Canadense, no Manitoba, é uma faixa que estende-se da região noroeste e centro-oeste do Manitoba, até a região sudeste da província. Caracteriza-se pelo seu solo rochoso e acidentado, rico em granito. É em sua maior parte coberta por rios, lagos e florestas, e possui grandes reservas minerais, especialmente na região noroeste da província. É a maior das quatro regiões geográficas do Manitoba, ocupando cerca de 65% da província. A região sudeste desta região é utilizada primariamente para a prática da agricultura.
• As Pradarias Canadenses - também chamada por vezes de Grandes Planícies, por ser considerada uma extensão das Grandes Planícies dos Estados Unidos no Canadá - ocupam toda a região centro-noroeste do Manitoba. Caracteriza-se pelo seu terreno relativamente pouco acidentado, marcado pela presença de morros achatados de baixa elevação e de rios e lagos, especialmente o Winnipeg, o Winnipegosis e o Manitoba.
 
A maior parte da região é utilizada para a prática da agropecuária, e possui um clima temperado continental, com invernos muito frios e verões quentes (amenos no extremo norte), e por ser relativamente instável, onde condições climáticas podem mudar drasticamente em um curto período de tempo. O clima do Manitoba é típico de sua localização continental, de suas altas latitudes, e pelo seu terreno pouco acidentado, que permitem o rápido movimento de correntes de ar vindas de quaisquer direções ao longo do Estado. No geral, as temperaturas da província aumentam à medida que se viaja em direção ao sul. Os invernos do Manitoba são em geral muito frios - embora ocasionalmente frentes quentes vindas do sul possam elevar a temperatura média da região centro-sul para até os 15°C. A região sul do Manitoba possui uma temperatura média de -18°C, enquanto o norte possui uma temperatura média de -27°C. A média das mínimas no sul é de -22°C, enquanto a média das máximas é de -13°C. No norte, a média das mínimas é de -34°C, e a média das máximas é de -15°C. A menor temperatura já registrada no Manitoba, -53°C, registrada em 9 de janeiro de 1899, em Norway House. Os invernos rigorosos da província renderam à sua capital, Winnipeg, o cognome de Winterpeg (winter, em português, significa "inverno"). Os verões do Manitoba são quentes na região sul e amenos na região norte. A temperatura média da região sul da província é de 21°C, e no norte, de 13°C. No sul, a média das mínimas é de 14°C, e a média das máximas é de 26°C. No norte, a média das mínimas é de 8°C, e a média das máximas é de 20°C. A temperatura mais alta já registrada no Manitoba, de 44°C, foi registrada em St. Albans, em 11 de julho de 1936, e em Emerson, em 12 de julho do mesmo ano. Encontros de frentes quentes vindas do sul e frentes frias vindas do norte são comuns o ano inteiro no Manitoba. Como consequência, grandes tempestades são comuns no verão, com grandes tempestades de neve ocorrendo com frequência no inverno. A taxa de precipitação média anual de chuva do Manitoba é de 50 centímetros, sendo maior no sudeste, diminuindo à medida que se viaja em direção ao noroeste. O sudeste do Manitoba recebe em média 60 centímetros anuais de chuva, enquanto o noroeste recebe menos do que 40 centímetros anuais. Precipitação de neve é comum em toda o Manitoba. A província recebe anualmente cerca de 130 centímetros anuais de neve.