PESQUISE NA WEB

terça-feira, 30 de setembro de 2008

Lençóis 02 - BA - Brasil




Lençóis 01 - BA - Brasil





Lençóis é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2010 era de 10.368 habitantes. A cidade de Lençóis surgiu em meados do século XIX com a descoberta de muitas jazidas de diamantes na região da cidade de Mucugê. A tradição oral, levantada não se sabe por quem, dá conta de que, por volta de 1844 um personagem, de existência não confirmada, chamado Casusa Prado e o seu escravo teriam vindo do Mucugê para descobrirem diamantes. Segundo o relato, o escravo extraiu muitas gemas e seu senhor o mandou o pagem vendê-las em Chapada Velha. Ali, o homem foi preso sob a alegação de ser um ladrão de estrada (é razoável supor que foi torturado para revelar a origem das lavras). No entanto, a notícia teria disparado uma "corrida do diamante" rumo a esta Lavra nova. Desse modo, diz-se que quem chegasse por último poderia ver, de cima da serra, os tetos das barracas estendidas lá em baixo, como se fora uma cidade de lençóis. A notícia da descoberta propagou-se e para a localidade onde seria Lençóis afluíram logo aventureiros de toda a parte da Província (atual estado da Bahia): seja gente de de condições baixas, seja gente de linhagem e de grandes recursos, inclusive numerosa escravatura, mas todos com o mesmo ideal. Consta (não se sabe onde) que o nome da cidade de Lençóis vem dos lagedos por onde o rio passa espumando, serra abaixo. Diz-se que se parece um lençol bordado ou rendado. Essa visão era obtida, principalmente, pelas pessoas que chegavam por cima da serra do Sincorá. O garimpo foi atividade típica local, nas Lavras Diamantinas. Desde os primeiros tempos de mineração, a região foi salpicada com ranchos, bateias e outros instrumentos para busca de diamantes e carbonatos. Na base das rochas, encontram-se planícies em redor das águas. As jazidas de diamantes estão nessa camada, bem como nos leitos de rios, riachos e nos canais naturais. Ali, homens trabalhavam ao som do disco giratório (bateia) e o bater das águas na roda que impulsionava a indústria que fazia brilhar as gemas que ornaram as damas de então e de hoje. A partir de meados do século XX, a cidade de Lençóis enfrentou uma grande crise econômica, pois, com a grande procura por diamantes, a pedra se esgotou na região. A partir daí a cidade se viu em um dilema: prosseguir na mineração ou aproveitar suas belezas naturais e arquitetônicas para a atividade turística. A partir do movimento social chamado MCC (Movimento de Criatividade Comunitária), composto por Steve Horman e moradores da cidade, Lençóis conseguiu em 1973 ser tombada pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Artístico Nacional) como Patrimônio Nacional. Esse foi o primeiro passo para o desenvolvimento do turismo na região da Chapada Diamantina. A cidade de Lençóis está a 394 metros de altitude. Fica localizada na Chapada Diamantina, e é famosa por ser o principal destino turístico da região. Os amantes da natureza têm Lençóis como um destino obrigatório. De 1980 até 1994 a cidade recebia poucos turistas. Nesse período, os turistas que visitavam Lençóis eram geralmente jovens mochileiros de aproximadamente 25 anos. O turismo se expandiu na cidade e conta com uma ótima infraestrutura para absorver a demanda do turismo. Visitam Lençóis cerca de 120.000 turistas por ano, que ficam em média 8 dias na cidade. Em 1985, foi criado o Parque Nacional da Chapada Diamantina para proteger e preservar a área. Em 2010, pela quarta vez consecutiva, Lençóis foi considerada um dos 10 melhores destinos turísticos do Brasil, segundo o GUIA 4 RODAS - um dos mais importantes guias de viagem do Brasil. Também foi eleita o melhor destino ecoturístico do Brasil pelo GUIA 14+ BRASIL TELECOM, do Portal IBest na Internet.

Chapada Diamantina 05 - BA - Brasil




Chapada Diamantina 04 - BA - Brasil




Chapada Diamantina 03 - BA - Brasil




Chapada Diamantina 02 - BA - Brasil




Chapada Diamantina 01 - BA - Brasil





A Chapada Diamantina é uma região de serras, protegida pelo Parque Nacional da Chapada Diamantina, situada no centro do estado brasileiro da Bahia, onde nascem quase todos os rios das bacias do Paraguaçu, do Jacuípe e do Rio de Contas. Essas correntes de águas brotam nos cumes e deslizam pelo relevo em belos regatos, despencam em borbulhantes cachoeiras e formam transparentes piscinas naturais. O parque nacional é administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A vegetação é exuberante, composta de espécies da caatinga semi-árida e da flora serrana, com destaque para as bromélias, orquídeas e sempre-vivas. A Chapada Diamantina é composta por 24 municípios: Abaíra e seus distritos Ouro Verde e Catolés, Andaraí, Barra da Estiva, Ibitiara, Itaetê, Marcionílio Souza, Morro do Chapéu, Novo Horizonte, Palmeiras, Rio de Contas e seus distritos Arapiranga e Marcolino Moura, Seabra, Souto Soares, Tapiramutá, Utinga, Wagner, Boninal, Bonito, Ibicoara e seus distritos Cascavel e Capão da Volta, Iraquara e seu distrito Iraporanga, Jussiape e seu distrito Caraguataí, Lençóis, Mucugê, Nova Redenção e Piatã e seus distritos Cabrália e Inúbia. Sua população total estimada em 2014 era de 395.620 habitantes. Sendo Seabra, Morro do Chapéu e Iraquara as três cidades mais populosas, segundo dados do IBGE.

segunda-feira, 29 de setembro de 2008

Nova Friburgo 04 - RJ - Brasil




Nova Friburgo 03 - RJ - Brasil




Nova Friburgo 02 - RJ - Brasil




Nova Friburgo 01 - RJ - Brasil





Nova Friburgo é um município brasileiro do estado do Rio de Janeiro. Localiza-se no centro-norte do estado, na Mesorregião do Centro Fluminense, distando 136 km da capital fluminense. Ocupa uma área de 933,414 km². Compreende os distritos de Riograndina, Campo do Coelho, Amparo, Lumiar, Conselheiro Paulino, São Pedro da Serra e Mury. A sua população, no dia 1 de agosto de 2010, de acordo com o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, era de 182.082 habitantes sendo que prepondera uma população flutuante entre 250. 972 habitantes com os municípios de Rio das Ostras, Macaé, Cabo Frio, Cachoeiras de Macacu e outros municípios circunvizinhos pertencentes as regiões serrana e centro norte fluminense. As principais atividades econômicas são baseadas em: indústria metalúrgica, moda íntima, olericultura, caprinocultura e indústria (têxteis, vestuário, e turismo). É também a cidade mais fria do estado. Nova Friburgo localiza-se a 846 m de altitude na sede do município, representado por um marco de ferro aos pés da estátua de Alberto Braune, no centro da Praça Getúlio Vargas. Outro marco importante de Nova Friburgo é o ponto geodésico aos pés de Getúlio Vargas, na mesma praça, que representa o ponto exato onde fica o centro do estado do Rio de Janeiro. Em alguns bairros e distritos do município a altitude chega até 1.000 m ou mais, como os bairros do Caledônia, alguns trechos da estrada Mury-Lumiar (RJ-142) e o Alto de Theodoro de Oliveira. Existem trechos da cidade, como a localidade de São Romão, em Lumiar, em que a altitude chega a 300 metros uma extrema na serra. O ponto culminante do município é o Pico Maior de Friburgo, com altitude de 2.366 metros, sendo, também, o ponto culminante de toda a Serra do Mar. Também merece menção o Pico da Caledônia, cuja altitude chega a 2.257 metros. 

O município tem um forte apelo para o turismo devido à sua paisagem, aos seus rios e trilhas, e aos seus lugares bucólicos. O distrito urbano é procurado por famílias e casais devido ao clima frio. Friburgo possui também atrações afastadas de centro, procuradas por praticantes de ecoturismo e esportes de aventura. Um dos distritos mais conhecidos é o vilarejo de São Pedro da Serra. O município também é conhecido como a Capital Nacional da Moda Intíma, por sua enorme produção (em torno de 600 milhões de reais), com grande variedade de modelos. Suas marcas estão começando a competir no mercado exterior (exporta, atualmente, 4,6 milhões de dólares). 25% da produção nacional de lingerie é produzida no município. Nova Friburgo é a segunda maior produtora de flores do Brasil, sendo superada apenas por Holambra, em São Paulo. Nos últimos anos, o município tem recebido muitos estudantes, que procuram as universidades do município, evitando os grandes centros. Apesar da tradição industrial trazida pela imigração alemã desde o final do século XIX, com fábricas como a Arp Fios e Bordados, Ypu, Filó, Sinimbu, entre outras, desde 1990 o município tem experimentado um lento crescimento econômico, principalmente no setor industrial, mas que desde 2004 vem se recuperando . As principais indústrias do município são do setor têxtil, seguido pelo setor metalúrgico. O município tem no setor agrícola uma fatia considerável de sua receita. A maior parte do PIB deriva do setor dos serviços, seguido pela indústria e a agricultura. A cidade também tem o quarto melhor nível de vida do estado do Rio de Janeiro, com um Índice de Desenvolvimento Humano de 0,818. É importante lembrar que a cidade de Nova Friburgo, além de ser considerada por muitos a "Capital nacional da Lingerie", ocupa lugar entre as maiores potências nacionais na produção de queijos, vinhos e chocolate, além de oferecer uma das maiores cartas de cervejas para degustação no país.

Petrópolis 04 - RJ - Brasil




Petrópolis 03 - RJ - Brasil